quinta-feira, 11 de agosto de 2016

HISTÓRIAS DE LENÇOS E VENTOS VAI AGORA PRA OLINDA


“Azulzinha: ― Ai, eu queria tanto voar! Vermelhinha: ― E eu queria voar alto, com as nuvens! Amarelinha: ― E eu queria rodar com todos os rodamoinhos! Floreado: ― E eu queria me agitar como uma grande floresta em tempestade! Listrado: ― E eu como uma tempestade numa grande floresta! Transparente: ― E eu queria passar pelo céu como um cometa.”


Com a intensidade poética do texto Gleicio Kelson e Charlon Cabral dividem a cena no palco do Espaço Cultural Professor José de Barros Lins, próximo ao Centro de Convenções, no bairro de Salgadinho - Olinda/PE e produção de Lúcio Fábio e Izaltino Caetano. Na tarde do dia 14 de agosto, próximo domingo às 16 horas. O acesso é com o ingresso promocional no valor de R$ 2,00 ( dois reais ).

O autor do texto Ilo Krugli é um daqueles seres singularíssimos que, vez ou outra, surgem  neste planeta. Parceiro de Paulo Freire, Anísio Teixeira, Darcy Ribeiro, Nize da Silveira, sempre acreditou em uma educação de qualidade, por meio da arte. Pioneiro no conceito de arte-educação, o argentino naturalizado brasileiro desde 1961, fundou, em 1974, o grupo de teatro Ventoforte. Nesse mesmo ano, escreveu com maestria Histórias de lenços e ventos, peça de tom poético e singelo, feita para encenar com materiais simples, como cordas, lenços, jornais e papelão, entre outros. O espetáculo tem em seu currículo passagem pelas cidades de João Alfredo no Programa Mais Cultura, em Paulista no Festival de Teatro Para Crianças e em Minas Gerais no Festival de Teatro Para Infância e Juventude de Conselheiro Lafayete.

SINOPSE:
Azulzinha, lenço azul num quintal, se deixa levar pelo vento e será presa por soldados… O personagem “papel” vai procurá-la. Não consegue entrar no castelo medieval e então é queimado. Todos os lenços que esvoaçam pelos quintais são presos. Atores e público recriam o Papel com um coração de metal. Ele luta. Liberta azulzinha e os outros 300 lenços que estão em cena. Eles juntos formam um dragão. Que sai voando.

MAIS INFORMAÇÕES:  81 . 99739.6207 - TIM  -  Fábio André

I SEMINÁRIO DE BRINQUEDOS POPULARES


A  iniciativa  propõe  resgatar  e  valorizar os  brinquedos   populares   de forma   que   colaborem   na   construção   de significados  para  salvaguardar a memória, buscando  na  atividade  lúdica  um  espaço para   desenvolvimento   de   habilidades   e competências   de   forma   mais   prazerosa, resgatando nossas raízes, nossos costumes e tradições populares quando o assunto é brinquedo. A abertura do seminário será dia 22 de agosto, segunda-feira, no Centro de Criação Galpão das Artes às 8 horas da manhã com as presenças do produtor cultural Afonso Oliveira, Maria Oliveira ( artesã e bonequeira ), Miro dos Bonecos ( bonequeiro de Carpina ), e representantes do Museu da Abolição, ARTEPE. As palestras e debates com profissionais das áreas de educação e artesanato acontecem das 9h às 12h e  as oficinas de brinquedos das 14h às 17h30 com Charlon Cabral, Edna Alves e Jorge Raimundo que ministrará uma oficina de confecção do brinquedo mais reconhecido nos últimos tempos – Mané Gostoso. Os interessados em participar do Seminário  devem fazer contato pelo celular 81 9 9684 . 0567 e garantir sua participação nessa discussão bastante pertinente que transita entre o campo do artesanato e do brinquedo propriamente dito. As inscrições somente até o dia 19 de agosto.

PROGRAMAÇÃO

MANHÃ – DIA 22 / 08 – SEGUNDA-FEIRA
08:00 – CREDENCIAMENTO E CAFÉ DA MANHÃ
08:30 – ABERTURA OFICIAL
09:00 – APRESENTAÇÃO CULTURAL : MIRO DOS BONECOS, de Carpina
09:30 – TEMA:
BRINQUEDOS POPULARES TRADICIONAIS - UM RECORTE DA CULTURA DA INFÂNCIA

CONVIDADOS:
Márcia Santos – CEDCA – PE
Maria Elizabete – MUSEU DA ABOLIÇÃO
Maria Oliveira – BONEQUEIRA
Rosejara Ramos de Oliveira – Secretária Municipal de Educação e Esportes de Limoeiro
Ceça Santos – Associação das Mulheres Guerreiras de Camaragibe
Feliciano Félix – ARTEPE               


TARDE – DIA 22 / 08 – SEGUNDA-FEIRA
OFICINA DE CONFECÇÃO DE MANÉ GOSTOSO
OFICINA DE CONFECÇÃO DE BONECA
OFICINA UM OLHAR LUDICO SOBRE O QUINTAL

NOITE – DIA 22 / 08 – SEGUNDA-FEIRA
( EM CONSTRUÇÃO )